Ogro e V- As Criaturas.

Agora com as provas terminadas,finalmente eu posso voltar a ler ficção por diversão,e atualmente eu estou lendo o livros de contos de horror/romance e suspense - Criaturas & Criadores dos autores Raphael Montes e Carolina Munhóz.E nesse comentário eu irei falar sobre o primeiro deles. Elisabeth a personagem principal do livro primeiro nos é apresentada … Continue lendo Ogro e V- As Criaturas.

Mia Couto,o criador de mundos. – Resenha Analítica.

Primeiramente eu quero agradecer ao DESEA por ter colocado esse livro na lista dos obrigatórios,não tanto pela quantidade enorme de polêmicas abordadas nele,mas sim por alguns detalhes expressados pela fala e pelos comportamentos de alguns personagens que nos permitem relacionar Jesussalem com países do mundo real. O livro sobre o qual eu vou falar nesse … Continue lendo Mia Couto,o criador de mundos. – Resenha Analítica.

Precisamos falar abertamente sobre a Jodi.

Agora tirando a romantização escrachada e algumas piadas horrorosas,devo admitir que o filme pode ser um bom ponto de partida para que mais diretores avaliem de verdade o problema,e comecem a produzir filmes que tratem do problema bullying com pessoas de diferente estatura por razão genética ou problemas de nanismo da forma que devem ser tratados,com seriedade e atenção.

A morte de Baleia – Vidas Secas (Jornada UERJ part03).

Todos aqueles que já se aventuraram a ler essa obra de Graciliano Ramos muitas vezes comentam entre si somente sobre esse único estágio do livro,e todos aqueles com quem eu conversei antes de começar a ler esse livro disseram que essa é sem dúvida a parte mais triste do livro, e nesse texto apesar do meu grande amor por cachorros e apesar de eu entender muito bem o vínculo estabelecido entre a família de retirantes e aquele frágil animal,eu venho aqui me atrever a dizer que não chorei pela morte de Baleia,mas que senti em mim toda angústia reunida em Fabiano quando compreendi as razões dele e me deixei levar pelas condições centrais da história.

A “Docialização” dos Fabianos no Brasil. – Jornada UERJ parte 03.

O Verbo Docializar para mim se definiria como: Tornar dócil,passivo,obediente e submisso o indivíduo. Tal verbo não existente nos dicionários de nossa língua eu produzi através de uma leitura sobre o conceito de Corpos Dóceis que é descrito pelo filósofo Foucault por uma fórmula simples: "o corpo dócil é tão obediente quanto produtivo.

O Demonologista – Resenha.

Desde a primeira vez que eu vi um filme citando o livro "Paraíso Perdido" do filósofo John Milton,eu tive vontade lê-lo,e agora terminada a leitura dessa obra de Andrew Pyper que também foi inspirada nela,minha vontade de ler Milton só aumentou mais 100 vezes.Como o livro é dividido em três partes basicamente falando eu também … Continue lendo O Demonologista – Resenha.

Gota D’água – Chico Buarque de Holanda e Paulo Pontes.| Primeira Análise.

Gota D’água é um ensaio sobre o rumo trágico que muitas vidas tomam a partir de cada impasse ocorrido e o livro que prova que as mazelas do local em que você vive, se alojam em seu coração e com a dor lá elas ficam até que outros ao verem a tua ruína festejem ou banalizem.

E O absurdo não se cala.

Vou deixar o link da matéria ao final deste texto,assim como fiz com o texto anterior sobre o caso Miriam Leitão. Mas agora vamos ao que interessa,Como assim a infância dessa geração irá perder sua magia?Quantas mentes prejudicadas nós teremos pela ausência do valor da imaginação?Como as crianças aprenderão a sonhar?E porquê não é possível viver em país em um país onde se podem ler sobre todas as lendas?